Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Joaquim Barbosa acusa Lewandowski de “fazer chicana”

Joaquim Barbosa acusa Lewandowski de “fazer chicana” --------e sessão do STF é encerrada após bate-boca --------http://ucho.info/?p=73225 Temperatura alta – Os brasileiros que se preparem, pois na próxima quarta-feira (21), quando o Supremo Tribunal Federal começará a julgar os recursos dos tubarões do Mensalão do PT, os ânimos por certo se acirrarão na mais alta Corte da Justiça. Nesta quinta-feira (15), o julgamento dos embargos de declaração caminhava pacificamente, até que o ministro Ricardo Lewandowski resolveu criar questão ao analisar recurso apresentado pelo réu Bispo Rodrigues. O presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, que é o relator da Ação Penal 470, pediu ao colega que não perdesse tempo, pois a condenação do Bispo Rodrigues de se deu por unanimidade. Foi nesse exato momento que o clima esquentou no plenário do Supremo, uma vez que Lewandowski decidiu considerar uma lei mais branda, válida em 2006, na tentativa de beneficiar o réu condenado. Barbosa acusou o colega de faz…

Você Ama a DEUS???

"O SENHOR AMA A DEUS ?" 
– "Sr. João, o senhor ama a Deus?" foi a pergunta inesperada dirigida pelo pequeno engraxate da esquina ao advogado cujos sapatos estavam sendo lustrados no momento. Este, apesar de ser um homem correto em suas atividades, negligenciava a questão religiosa, e respondeu: "Por que você me pergunta isso, menino? Que é que você tem comigo?" "Bem, vou explicar", disse o garoto, "nós temos de mudar de casa. Vão desmanchar a nossa, e eu, pobre como sou, não posso pagar muito aluguel. Mamãe ganha o que pode, mas somos três lá em casa, e vovó é aleijada.. . Não sei o que fazer. Ontem vi dois homens conversando, e um deles disse que Deus ajuda a qualquer pessoa que o ama, desde que essa pessoa conte a Ele as suas dificuldades. Meditei sobre isto durante a noite, e hoje, logo cedo, resolvi procurar algum conhecido de Deus para que lhe pedir auxílio". O advogado ficou sem jeito. Pondo uma nota de cinco reais na mão do engra…